sexta-feira, 31 de maio de 2013

Tem início a Oficina de Teatro em Buriti Grande (Martinho Campos - MG)

OFICINA DE TEATRO NA “PEQUENA BURITI GRANDE” 

Foi com um oficinão de música e percussão ministrado pelo músico/ator Geovanne Sassá, no dia 05/05, em Buriti Grande, Martinho Campos, que teve início a Oficina de Teatro, coordenada pelos diretores do Grupo Teatro Kabana, Mauro Lúcio Xavier e Nélida Prado.  O Grupo Kabana, que já esteve em outras turnês pela região centro oeste de minas, encantou platéias com os espetáculos Eh Boi e Os Olhos do Surubim Rei, desta vez desenvolve um trabalho ligado à área de formação, uma Oficina de Teatro com jovens de Buriti Grande. Os coordenadores da oficina, com mais de 30 anos de trajetória no teatro, “se instalaram” no pequeno distrito e, à medida que preparam os jovens para o exercício do teatro, com aulas de interpretação, expressão corporal e vocal, percussão e técnica circense, aos poucos vão se integrando à comunidade e ao ritmo local.

 Geovanne Sassá e Marimbondo (Capoeira)


As aulas, que inicialmente estão programadas para o período da noite, já começam a extrapolar também para o período da manhã, com atividades circenses e musicais. Para alguns dos quase 30 jovens artistas, como Daniel Lopes Silveira, 13 anos, que tem muita vontade de tocar bateria e violão, “o grande desafio do teatro é ficar concentrado”; para Kelly, 13 anos, curiosa com a preparação dos artistas, a oficina está lhe “mostrando como criar um personagem”. Para Fábio Henrique, 11 anos, que já conseguiu dominar o monociclo, o aparelho é “difícil, mas só um tiquinho”, já Tales Ferreira, 12 anos, que ainda não conseguiu o domínio em cima de uma roda só, “enquanto eu não conseguir eu não paro”, e no que se refere às aulas específicas de expressão vocal ele resume: “quero aprender a falar”.

 Salão da Associação Comunitária de Buriti Grande
Tenda montada na praça de Buriti para aulas de circo 

A Oficina de Teatro, com seus tambores, cantos e jogos teatrais realizados muitas vezes na rua, em frente à Igreja ou debaixo da tenda montada pelo grupo, já está mudando o ritmo da pacata Buriti Grande, um vilarejo que ainda guarda muito da vida do interior do Brasil, das brincadeiras de rua, da meninada que roda solta em bicicletas, jogando bente altas e dos bate papos nos bancos da praça.
A Oficina prevê uma montagem e para isso a professora Nélida, responsável pela dramaturgia do trabalho, já levanta, junto com os alunos, fatos, histórias, curiosidades, causos e cores locais que apontem um caminho para a mostra final. O trabalho será uma semente para a formação de um almejado grupo de teatro em Buriti Grande, que possa somar às atividades culturais já presentes na comunidade.

 Jogo do bastão
Tecido acrobático


Corda Bamba

 1as pedaladas no monociclo

"Teatro  Pequeno Buriti Grande" - Sede da Oficina

 O projeto, com patrocínio da ArcelorMittal BioFlorestas, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com apoio da Prefeitura Municipal de Martinho Campos e Associação de Desenvolvimento Comunitário de Buriti Grande, além da Sociedade São Vicente de Paula, chega para integrar o Programa Buriti Grande Desenvolvimento Comunitário.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nós agradecemos ao Sr Itamar, Ilma e à comunidade de Buriti pela confiança e carinho com que nos recebem aqui.
    É o teatro nos proporcionando novos amigos, novas histórias e muitas alegrias!!!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Nélida!

    A vida deu para cada um de nós diversos encantos... o encanto de aceitar as diferenças... o encanto de poder compartilhar... de amar e ser amado... de perdoar e ser perdoado... e principalmente, o encanto de sempre poder contar com amigos especiais como vocês!!! Obrigado por hoje fazerem pela nossa comunidade o que vocês estão fazendo com muito carinho e dedicação!!!
    Amo vocês..."
    Itamar

    ResponderExcluir